fringe-festival

Edinburgh Fringe Festival: surpreendente!

Como dito no post anterior, Edimburgo se transforma em um grande caldeirão cultural durante o mês de Agosto. O grande responsável por essa atmosfera é o Edinburgh Fringe Festival, que proporciona o encontro de artistas das mais variadas vertentes e expressões e dá a oportunidade do público experimentar novos estilos arte.

Mas por que o Fringe é tão legal? Simples, o festival é superdemocrático com atrações para absolutamente todos os gostos, a atmosfera é incrível e a maioria das apresentações são de graça.

DEMOCRÁTICO:

Todo e qualquer artista pode se apresentar, desde que entre em contato com a organização do festival  com antecedência. Isso significa que há espaço para poesia, teatro, dança, acrobacias, comédia, mágica, musicais, shows de música, artes corporais, enfim, absolutamente qualquer manifestação artística encontrará espaço no Fringe Festival. Isso mantém vivo o propósito do festival: dar chance e visibilidade a todos artistas, e uma opção diferente de entretenimento às pessoas.

ATMOSFERA ÚNICA:

A organização do Fringe Festival faz questão de envolver a comunidade local: bares, pubs, comércios, praças, ruas… Tudo se torna um espaço para o espetáculo, com uma grade de programação que geralmente começa de manhã e vai até o fim da noite. Isso cria uma atmosfera extremamente positiva para que as pessoas se permitam observar novos artistas e espetáculos, pois esta é uma das propostas principais do festival, experimentação. Além disso, a maioria dos artistas são responsáveis por montar e divulgar os próprios shows e acabam se confundindo com o público nas ruas.É comum perceber que era o próprio artista quem estava panfletando antes do espetáculo. Por isso, conhecer e conversar com os artistas é extremamente fácil, o que torna a experiência ainda mais bacana.

Artistas divulgando seu espetáculo | Foto: Beto Petroni
Artistas divulgando seu espetáculo | Foto: Beto Petroni

ACESSÍVEL:

A grande maioria dos espetáculos são de graça. Todos os shows estão disponíveis e separados por categoria (comédia, música, cabaret, poesia, etc.) no livro Free Fringe e você sempre encontra algo para o horário que estiver livre. Além disso, os espaços de eventos mais tradicionais costumam distribuir uma agenda de shows para promover seus artistas. Quando o show não é gratuito, o que geralmente é o caso dos espaços mais tradicionais, o ingresso raramente ultrapassa 10 libras.

Catálogo de atrações do Fringe Festival | Foto: Beto Petroni
Catálogo de atrações do Fringe Festival | Foto: Beto Petroni

O festival se tornou tão importante que produtores do mundo inteiro visitam a cidade à procura de novos talentos, inspiração para novos shows etc. Quando dizemos que artistas do calibre de Rowan Atkinson e Hugh Laurie foram descobertos no Fringe Festival, dá pra ter uma noção do seu alcance. Eu conheci um produtor de artes da Nova Zelândia que estava atrás de artistas para completar a agenda de shows de um festival local.

Portanto, se você procura um destino diferente e tem a mente aberta para experimentar novas formas de arte, Edimburgo em Agosto é o seu lugar!

Fique ligado no próximo e último post dessa série com dicas para não se perder no meio de tantas apresentações!

Veja os outros posts da série:
[su_posts template=”templates/list-loop.php” id=”1051, 1132″ posts_per_page=”2″ tax_operator=”0″ order=”asc”]

 

[su_box title=”//Quer escrever para a Plot?” box_color=”#141A21″]Escreva pra gente no contato@mundoplot.com.br contanto a sua história ou dia, que entramos em contato para combinar os próximos passos! :)[/su_box]
Plot
Criada a partir da paixão por viagens e do desejo de que cada vez mais e mais pessoas possam viajar com informação e conhecimento, a Plot oferece serviços de consultoria em planejamento de viagem, ajudando a escolher os melhores destinos e lugares para viajar ou montar um roteiro de viagem - tudo isso feito sob medida e pensando no custo-benefício da sua viagem.

1 Comment